Carregando...
Arquitetura Sustentável, o desafio das próximas décadas
  • Arquitetura Sustentável, o desafio das próximas décadas

    Monumentos arquitetônicos sempre despertaram o interesse da humanidade. Seja em nossos primórdios com a construção das Pirâmides do Egito, ou mais recentemente com os projetos modernos e futuristas de Dubai e Singapura, é visível o quando a arquitetura está presente em nosso dia a dia.


    Porém, assim como tudo em nosso mundo é mutável , a ação do homem acabou gerando inúmeros problemas ambientais e populacionais, o arquiteto das próximas décadas tem uma preocupação a mais na hora de desenvolver seu projeto. Afinal, ele vai precisar pensar em construções cada vez mais elaboradas que se adaptem às mudanças climáticas ao mesmo tempo em que comportem a população local com segurança e conforto.

    Projetos de arquitetura sustentável estão cada vez mais em alta, mas é necessário se ter em mente que ele precisa seguir três pilares: preservação ambiental, viabilidade econômica e valorização social. No Brasil, um dos projetos que conquistou grande visibilidade foi o da Casa Folha da Patalano Arquitetura. A deslumbrante casa em Angra dos Reis (RJ) é inteiramente planejada com o conceito de Ecoeficiência low-tech que consiste em, produzir mais, ao mesmo tempo em que causa menos impacto ao meio ambiente minimizando o consumo de matérias-primas e otimiza a energia.
     

    Segundo dados recentes da SindusCon- SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) e da FGV (Fundação Getúlio Vargas), a construção civil se apropria de 75% dos recursos naturais no Brasil e o entulho gerado pelas construções é duas vezes maior do que a produção do lixo sólido urbano. Outro dado alarmante que reforça a importância da arquitetura sustentável é que construções civis consomem 40% da energia produzida, 16% de água e 25% da madeira extraída.

    Embora os obstáculos para os profissionais da área pareçam um tanto quanto desafiadores, algumas tecnologias já utilizadas no mercado se tornaram grandes aliadas na hora de se desenvolver um projeto sustentável.

     

    ·         Painel Fotovoltaico: Mesmo com o alto custo de instalação, as placas solares que convertem a energia concentrada do sol em energia elétrica, possuem um alto potencial produtivo já podendo ser implementado em 15% das construções brasileiras.

     

    ·          Aquecimento Solar: Diferente do item acima, o aquecimento solar não gera energia e sim, apenas armazenada o calor do sol transferindo para um boiler onde a água é mantida aquecida até a hora do banho. A economia no consumo elétrico residencial com o aquecimento solar chega a ser de 30% a 50%.

     

    ·         Telhado Verde: Uma ótima opção de isolamento térmico das coberturas, o telhado verde protege contra rachaduras provocadas pelas variações climáticas. Além disso, ele filtra a água da chuva que pode ser drenada e reutilizada, gerando ao final dependendo do projeto, uma economia de energia de 20% a 30%.

     

    ·         Reaproveitamento da água da chuva: Com a criação de sistemas de captação para tratar e reutilizar as águas pluviais é possível gerar uma economia de 60% de água potável, já que a água captada pode ser usada para abastecer vasos sanitários, lavar calçadas, carros e irrigar os jardins. 
     

    ·         Reuso da água cinza: A água proveniente da lavagem de roupas, sanitários e do banho também podem ser tratadas e reutilizadas para limpeza de calçadas, lavagem automotiva e irrigação. A prática pouco conhecida no Brasil reduz consideravelmente as taxas nas contas de água e de esgoto.

     

     

    Esses são exemplos simples de como um projeto arquitetônico, mesmo quando já concluído pode implementar práticas sustentáveis que além de gerar economia para o proprietário colaboram com o meio ambiente a curto e longo prazo. Porém cabe aos atuais e futuros profissionais da área planejar e desenvolver projetos não apenas belos aos olhos, mas que principalmente levem e conta a impacto que eles podem causar a nossa casa maior, - o planeta.

     

Matérias Relacionadas
Receba por email