Carregando...
Giovanna Capelini e a importância do networking
  • Giovanna Capelini e a importância do networking

    A experiência profissional da Giovanna começou em uma agência de intercambio, atendendo clientes, e foi ai que soube que queria seguir a área de humanas. Após um ano conciliando a faculdade e o trabalho, decidiu focar nos estudos para conseguir um bom estágio. E conseguiu, começou a estagiar numa multinacional, Bosch. Com a grande conquista estagiou por dois anos, acabou o contrato do estágio e não foi efetivada. Um novo desafio apareceu e ela enfrentou, começou a trabalhar como Marketing Digital na Ambev, área nova e com potencial de crescimento. Atuou em toda estratégia digital de marcas como Brahma, Guaraná Antártica, Bohemia e Gatorade, além de ser responsável na implementação do SAC 2.0. Após 3 anos na Ambev, teve a oportunidade de realizar mais um sonho: voltar a trabalhar na Bosch, onde hoje atua como Analista de Marketing com planejamento da marca no Brasil e países da América Latina. Confira como a ESAMC ajudou a Giovanna realizar todos seus sonhos:

    O que te fez escolher a carreira de Publicidade e Propaganda?
    Mesmo sendo muito nova, eu já sabia que iria seguir a área de humanas, pois sempre gostei de trabalhar em equipe e de me relacionar com as pessoas. Pesquisando mais a fundo esse campo, vi que o curso de Publicidade e Propaganda era muito abrangente e isso significaria ter um leque de opções para se trabalhar. Com isso, decidi seguir essa carreira e ao longo dos anos na faculdade fui me descobrindo e percebendo quais eram minhas verdadeiras áreas de interesse.
     
    O que te fez escolher a ESAMC?
    Além de ter boas recomendações de conhecidos que estudaram na Esamc, a faculdade era reconhecida pela qualidade das aulas, dos professores e pela exigência nas entregas. Lembro que o ponto que mais me chamou a atenção foi o fato de a Esamc estar 100% focada nos negócios, preparando os alunos para o mercado. Como sempre tive o sonho de trabalhar em uma multinacional, essa foi a escolha perfeita! Os alunos Esamc têm muito mais preparo, confiança e visão holística.
     
    Sobre a estrutura que a ESAMC oferece, é um diferencial?
    A estrutura foi um dos fatores que me fez optar pela Esamc. O grande diferencial é a menor quantidade de alunos nas salas de aula, o que permite maior interação com os professores e construção de networking. Além disso, os conteúdos didáticos, a média 7 estimula a dedicação dos alunos e a faculdade oferece maratonas que nos permitem trabalhar cases reais de empresas do mercado. Ou seja, a preparação e o desenvolvimento para o mundo dos negócios é muito grande.
     
    Ter se formado na ESAMC ajudou de alguma forma a entrar no mercado de trabalho, fez diferença?
    Sim, com certeza! Quando estava procurando estágio esse foi um diferencial muito perceptível e após me formar, o diploma da Esamc continuou trazendo reconhecimento positivo para meu currículo. Além de os gestores elogiarem a faculdade, ela ainda é reconhecida por preparar os alunos para o mercado de trabalho. Isso faz toda diferença para nos destacarmos em meio à concorrência.
     
    O quanto a formação na ESAMC te ajuda no dia a dia no trabalho, faz diferença?
    Fez muita diferença, principalmente, quando eu estava recém formada e, de fato, ingressando no mercado de trabalho. Tive aulas com professores extremamente qualificados e isso me deu uma boa base e segurança para enfrentar os desafios dentro de uma empresa. Além disso, muitas competências importantes para o dia a dia no trabalho, como resiliência, cooperação e agilidade, eu adquiri com as aulas e workshops da Esamc.
     
    Ter feito ESAMC conta muitos pontos?
    Sim, pois a Esamc me ajudou a desenvolver tanto meulado técnico quanto emocional. Como me sentia mais preparada, pude aprender mais rápido arotina das empresas em que trabalhei e era mais flexível e adaptável às mudanças. A preparação, o desenvolvimento e o amadurecimento que adquiri na Esamc me ajudaram, inclusive, a traçar os objetivos que queria para minha carreira profissional.
     
    A ESAMC te incentivou de alguma maneira, como?
    Sempre! Lembro que logo no primeiro semestre nos mostraram o quanto o PGE (Projeto de Graduação Esamc) era importante e
    simbolizava o encerramento de um ciclo dentro da faculdade. Por isso, muitas pessoas – inclusive eu – tinham o objetivo de passar pela banca e tirar a nota máxima. Éramos desafiados todos os semestres com trabalhos multidisciplinares e o relacionamento com os professores é tão próximo que eles não somente conhecem todos os alunos pelo nome, como também te ajudam e te direcionam, assim como um coach. Isso me incentivava ainda mais a me aperfeiçoar e dar o meu melhor.
     
    O quanto a ESAMC te auxiliou/ensinou na área em que atua?
    A Esamc me deu todo suporte para conquistar meus objetivos profissionais. Às vezes lembro das aulas de alguns professores e percebo o quanto estou utilizando na prática as teorias que vi na faculdade.
     
    Como é o dia a dia no seu trabalho na empresa?
    Como Analista de Marketing sou responsável por todas as redes sociais das marcas de ferramentas elétricas Bosch e Skil do Brasil e demais países da América Latina. Meu papel é criar as estratégias de marketing digital, fazer a gestão dos canais e pensar em conteúdos relevantes para o público alvo, levando em consideração os objetivos das marcas e os produtos foco que serão divulgados no ano. Além de criar os calendários de conteúdos, preciso garantir que cada país esteja comunicando da maneira correta. O contato com a agência para reuniões de briefing e criação de artes é constante. Também sou responsável pela gestão do SAC 2.0, garantindo que usuários de todos os países estejam recebendo uma tratativa amigável, cordial e de acordo com a persona e tom de voz da Bosch. Os conteúdos de email marketing e o relacionamento com influenciadores também estão sob minha responsabilidade.
     
    Como ele influencia na área de vendas da empresa ou em outra área?
    O marketing digital está crescendo cada dia mais entre as empresas, principalmente por ser um meio rápido e que permite maior aproximação com o público. Quando não damos a devida atenção para essa vertente, podemos impactar o brand awareness e o market share do nosso negócio. Na Bosch essa área tem ganhado cada vez mais relevância, pois a equipe de vendas necessita saber o que está sendo comunicado no digital para avaliar se os investimentos estão sendo refletidos no ponto de venda. Mensalmente mostramos os resultados de nossas ações não só para o time de vendas, mas para a equipe de marketing de produto e de trade de cada unidade de negócio.

Matérias Relacionadas
Receba por email