Carregando...
Moda vegana e eco friendly: A elegância e o estilo sem agredir o meio ambiente
  • Moda vegana e eco friendly: A elegância e o estilo sem agredir o meio ambiente

    Ao longo da história, a moda foi usada para diferenciar os nobres dos plebeus e definindo e
    estabelecendo o status social ao representar costumes e valores da sociedade. Nos dias atuais
    quando uma tendência lançada por uma celebridade se torna muito popular, logo ela é
    substituída por outra. Porém o sistema que gera a fabricação constante de coleções as
    conhecidas fast fashions no mercado varejista, possui um lado que até pouco tempo não era
    discutido: o desperdício dos recursos naturais gerados pelo mundo da moda.
    A indústria têxtil está entre as que mais poluem o meio ambiente. Um exemplo é o poliéster, a
    fibra sintética mais usada pela indústria têxtil em todo o mundo. Estima-se que são usados 70
    milhões de barris de petróleo todos os anos para a sua fabricação, além disso, quando
    descartado no meio ambiente o poliéster leva mais de 200 anos para se decompor. E apesar de
    ser uma fibra de natural, o algodão é o que mais utiliza substâncias tóxicas para o seu cultivo, o
    que gera impactos profundos tanto no solo como nos recursos hídricos. Já as lavanderias
    industriais descartam toneladas de corantes sintéticos nos rios contaminando bilhões de litros
    de água por ano.
    Com todos esses dados alarmantes fica um pouco mais fácil entender o porquê a moda vegana
    e eco friendly vem ganhando destaque. Afinal, é cada vez mais imprescindível pensar em
    meios de produzir tecidos, bolsas, sapatos entre outros itens fashions de forma sustentável.
    A moda ecofriendly tem como foco reduzir do processo de produção o descarte de substâncias
    tóxicas e não biodegradáveis no meio ambiente. Tecidos orgânicos que utilizam a fibra do
    bambu já estão sendo usados por algumas marcas como a Insider Store. O bambu não
    necessita de pesticidas para crescer e requer quatro vezes menos água que o algodão.
    Outra marca brasileira que traz para a moda o conceito ecofriendly é a Mattricaria. A marca
    desenvolve manualmente e tinturas para tecidos, utilizando pigmentos naturais extraídos de
    folhas, flores, raízes e sementes.
    A filosofia vegana aos poucos também está conquistando seu espaço na moda. Grifes como
    Armani e Stella McCartney já estão adotando o conceito do veganismo em suas produções.
    Caracterizada por oferecer produtos que não causam sofrimento aos animais e que não
    utilizam nenhum tipo de exploração de mão-de-obra, a moda vegana usa fibras naturais, ou
    até mesmo sintéticos para substituir o couro, lã, seda e peles.
    Considerando a quantidade de poluentes que a indústria da moda gera por ano e seu impacto
    no meio ambiente, essas pequenas iniciativas podem ser consideradas pequenos passos
    importantes para uma mudança de postura da indústria em geral. Muito ainda precisa ser
    feito, mas uma coisa é certa: é possível sim se vestir com elegância e estilo de forma
    sustentável e sem prejudicar a natureza.
    Se você se interessa pelo mundo da moda, conheça o curso de Design de Moda da ESAMC.

Matérias Relacionadas
Receba por email